São Paulo - O sistema operacional Android já teria gerado 31 bilhões de dólares em receitas e 22 bilhões de dólares de lucro para o Google, segundo a Oracle. A informação é da Bloomberg.

Os números foram divulgados por uma advogada da Oracle no dia 14 de janeiro, durante audiência de um processo em que a empresa acusa a gigante de buscas de ter usado um de seus softwares, o Java, para desenvolver o Android – sem pagar por isso.

Eles foram obtidos a partir da análise de documentos financeiros mantidos em segredo pelo Google.

As receitas do Android, lançado em 2008, viriam dos anúncios mostrados em smartphones equipados com o sistema operacional e também dos aplicativos disponíveis na loja mobile Google Play.

Até então, o sistema era tido como algo que não dava dinheiro.

Polêmica

O Google não gostou nada do vazamento dos dados, que nunca antes haviam sido publicados.

No dia 20 de janeiro, a empresa pediu a um juiz federal dos Estados Unidos para que partes da transcrição da audiência fossem editadas ou removidas.

Ela alegou que a Oracle tornou públicas "informações extremamente sensíveis" de documentos que só deveriam ser vistos por advogados.

"O Google não publica as receitas ou lucros do Android separadas do seu negócio global", dizia o pedido, de acordo com a Bloomberg.

"A publicação (dos números) pode ter efeitos significativamente negativos para o negócio do Google", continuava o documento.

À agência de notícias, uma porta-voz da Oracle se recusou a comentar os vazamentos na audiência.

Ainda de acordo com a Bloomberg, a transcrição da audiência desapareceu dos registros eletrônicos do tribunal na tarde de quinta-feira (21), sem nenhuma indicação de que o pedido de ocultação do Google tivesse sido atendido.

Processo

Desde 2010, a Oracle busca provar na Justiça que o Google usou seu software Java para desenvolver o Android – e que ganha dinheiro com isso.

Ela quer saber o quanto a gigante de buscas já arrecadou graças ao sistema operacional para calcular o quanto pode ganhar de indenização pela quebra de direitos autorais, quando o caso for a julgamento.

Os danos, de acordo com a Oracle, podem ultrapassar 1 bilhão de dólares, se consideradas as versões mais recentes do Android.

O processo corre em uma corte distrital dos Estados Unidos na Califórnia.

Outros números secretos

Na transcrição da audiência, foram revelados também outros números secretos do Google.

Segundo o documento, a gigante teria pagado 1 bilhão de dólares à Apple em 2014 para manter sua barra de buscas no iPhone. O Google teria ainda concordado em ceder à rival uma porcentagem da receita que obtém via seus dispositivos.

Porta-vozes das duas empresas não quiseram falar sobre o caso com a Bloomberg.

Tópicos: Google, Android, Faturamento, Empresas, Tecnologia da informação, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, Empresas de internet, Lucro, Oracle, Processos