Brasília - O ambiente econômico da China, principal importador global de minério de ferro, está favorável para os negócios da Vale, disse nesta sexta-feira o presidente-executivo da mineradora, Murilo Ferreira.

"Não vou falar em números por que tem divulgação de resultados... Não posso fazer projeções, mas vejo um ambiente político na China como muito positivo", disse a jornalistas o presidente da maior produtora global de minério de ferro.

A Vale divulga os resultados do terceiro trimestre no próximo dia 6.

Ferreira falou com a imprensa após reunião em Brasília com o ministro do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel.

"Fiz um relato do ambiente econômico chinês (ao ministro), é um ambiente favorável. O pessoal, cada vez que sai resultado, fala que o próximo trimestre vai ser ruim, venho falando constante para o ministro não acreditar nesse lero-lero. A China está muito determinada fazendo coisas certas", acrescentou.

A Vale é a maior exportadora do Brasil, enquanto o minério de ferro é o principal produto da pauta de exportação brasileira.

Ele afirmou ainda que "é animador" ver que as relações de negócios com a China "vão continuar muito intensas".

Dívida

Ferreira foi questionado ainda sobre uma negociação com o governo relacionada a cobranças de impostos sobre o lucro de subsidiárias no exterior.

O governo diz que a Vale deve cerca de 30 bilhões de reais --o valor é questionado pela empresa na Justiça.

"Não temos nenhuma decisão por que não saiu a nova legislação", afirmou. "Temos que aguardar uma nova medida provisória que vai tratar da tributação de empresas no exterior."

Tópicos: Ásia, China, Mineradoras, Mineração, Setores, Indústria, Minérios, Vale, Siderúrgicas, Empresas, Empresas brasileiras, Empresas abertas