São Paulo - A companhia de energia AES informou hoje que teve prejuízo líquido de US$ 209 milhões no quarto trimestre do ano passado, ante prejuízo de US$ 436 milhões no mesmo período de 2010. O lucro com operações continuadas caiu para US$ 0,12 por ação, de US$ 0,16 por ação.

Excluindo o impacto com a marcação a mercado de derivativos, transações cambiais e outros itens, o lucro ajustado recuou para US$ 0,23 por ação, de US$ 0,25 por ação. Analistas ouvidos pela Thomson Reuters esperavam lucro ajustado de US$ 0,22 por ação.

No quarto trimestre a receita da AES subiu 0,9%, para US$ US$ 4,27 bilhões. A margem bruta avançou para 25,7%, de 24,3%.

As receitas com as unidades da América Latina caíram 7,9%. Segundo a companhia, essa queda se deve, em parte, à redução nas tarifas cobradas pela AES Eletropaulo, em julho do ano passado, apesar do volume de energia vendido ter aumentado.

Apesar da diminuição do prejuízo no quarto trimestre do ano passado, a AES reduziu suas previsões para o ano de 2012 para um lucro ajustado de US$ 1,22 a US$ 1,30 por ação, ante a estimativa de US$ 1,27 a US$ 1,37 por ação feita em novembro do ano passado.

Mais cedo hoje, a PPL Corp. informou que chegou a um acordo para adquirir a AES Ironwood e a AES Prescott, que juntas operam uma usina de geração de energia movida a gás natural na Pensilvânia (EUA). A transação, de aproximadamente US$ 304 milhões, deve ser finalizada no segundo trimestre. As informações são da Dow Jones.

Tópicos: Empresas, AES, Energia elétrica, Empresas americanas, Serviços, Empresas abertas, AES Eletropaulo, Balanços, Prejuízo