Buenos Aires - A Aerolíneas Argentinas cancelará nos próximos dias os seis voos semanais entre Buenos Aires e Brasília e também alguns voos internos, confirmaram fontes da companhia à Agência Efe nesta quinta-feira.

A rota para Brasília, considerada pouco rentável pela nova gestão, será substituída por novas frequências para São Paulo e Rio de Janeiro.

Além disso, também serão cancelados os voos entre as cidades de Río Gallegos e Comodoro Rivadavia, nas províncias de Santa Cruz e Chubut, respectivamente.

A empresa estatal argentina rescindiu mês passado o acordo de cooperação que tinha com a companhia aérea privada argentina Sol, que pouco depois anunciou o fim de suas operações devido a "situação de inviabilidade econômica".

As decisões foram tomadas pela atual diretora-presidente da Aerolíneas Argentinas, Isela Costantini, que herdou uma companhia com um déficit multimilionário. 

Tópicos: Empresas argentinas, Aerolíneas Argentinas, Empresas, Argentina, América Latina, Aviação, Setores, Setor de transporte, Brasília, Cidades brasileiras, Companhias aéreas