São Paulo - Na temporada Verão 2012/2013 do São Paulo Fashion Week (SPFW), a InBrands marcou presença em três dos mais de 30 desfiles programados para a edição, com as marcas Ellus e Alexandre Herchcovich.

A companhia também é a principal sócia do SPFW. Isto porque detém 75% de participação na Luminosidade, a dona e organizadora do SPFW. No ano passado, a InBrands também cogitou abrir capital na bolsa, mas acabou desistindo na metade do caminho e sem nenhum motivo aparente.

Com o dinheiro levantado com o IPO, a InBrands pretendia reforçar o capital de giro e fazer novas aquisições para ampliar seu portfólio de marcas, hoje composto por mais de dez bandeiras.

A InBrands é a única que participa dos desfiles do SPFW e que chegou mais perto de colocar os pés nas passarelas também da Bovespa. Ela figura como uma das maiores companhias do mercado de moda brasileiro. Veja, a seguir, cinco curiosidades sobre a marca:

Principal sócia do SPFW e do Fashion Rio

No final do ano passado, os acionistas da InBrands decidiram colocar à venda a participação de 75% que detinham na Luminosidade, dona do SPFW e Fashion Rio.

A estratégia está diretamente ligada ao fato de a companhia querer focar no crescimento orgânico das marcas de seu portfólio. O negócio ainda não foi fechado e, segundo a InBrands, deve ser concluído no final deste ano.

Flerte com a Bovespa

Em maio do ano passado, a InBrands manifestou sua vontade de abri capital na bolsa. A companhia chegou a apresenta à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) um pedido para uma oferta inicial de ações.

Segundo o prospecto preliminar, seria feita uma oferta primária e secundária de ações. Em setembro, no entanto, sem justificar a razão, avisou oficialmente que havia desistido do IPO.

O montante levantado com a operação, de acordo com a InBrands, seria usado para aquisições de novas marcas de moda.

Compradora voraz

Mesmo não se capitalizando, somente no ano passado, a InBrands reforçou o portfólio de marcas com pelo menos quatro aquisições.

Em abril de 2011,a companhia anunciou a aquisição de 100% da Bobstore. Com a operação, a InBrands somou cerca de 60 novos pontos de vendas ao seu portfólio de lojas.

A Bobstore foi fundada em 1996 por Raphael Sahyoun, o empresário continuou à frente das operações da grife e ficou responsável pelas áreas de estilo, marketing e criação.

No mesmo ano, a InBrands anunciou a compra da Companhia das Marcas, dona da Richards, Salinas e Bintang, por 135 milhões de reais.  

Grife de investidores

Dois grandes fundos de investimentos são donos da maioria das ações da InBrands, o FIP PCP, que detém 40,7% das ações, e o NABR Investimentos, com 39,6% de participação.

O acionista majoritário da companhia já foi sócio de André Esteves no BTG Pactual.

Faturamento milionário

Em 2011, a InBrands apresentou um prejuízo de quase 20 milhões de reais. Apesar do resultado negativo, as vendas da companhia subiram 114% no período, somando 345 milhões de reais.

A empresa fechou o último ano com 135 lojas em operação e presente em cerca de 4.000 pontos de venda multimarcas em todo o país.

Tópicos: Desfiles de moda, Moda, Fashion Week, Empresas, InBrands