No Brasil, metade das empresas apoia o estudo de idiomas

Segundo pesquisa, 49,6% das companhias oferece bolsa ou ajuda financeira para que seus funcionários aprendam outra língua

São Paulo – Quase metade (49,6%) das empresas com atuação no Brasil oferece bolsa ou ajuda financeira para que seus funcionários estudem uma língua estrangeira. Apesar disso, a parcela de companhias que considera importante que sua equipe fale outro idioma é bem maior: de 77,7%. 

Os dados são do Guia Salarial 2013, da consultoria Hays, em parceria com o Insper. O levantamento, realizado ao longo do primeiro trimestre deste ano, ouviu mais de 700 empresas e 7,5 mil funcionários. 

Entre as corporações entrevistadas, a maioria esmagadora (98,8%) ainda acha que o inglês é língua estrangeira mais importante a ser aprendida. Já o espanhol é considerado como diferencial por 50,8% delas. 

Ainda segundo a pesquisa, somente 55,5% dos profissionais brasileiros investem em formação em uma terceira língua.