MRV tem alta de vendas no 3º tri, distratos caem 25%

Os cancelamentos de contratos de clientes recuaram 25% no mesmo período, para cerca de 316 milhões de reais

São Paulo – A MRV Engenharia divulgou nesta segunda-feira alta de 4,4 por cento nas vendas de imóveis no terceiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado, a 1,37 bilhão de reais.

Os cancelamentos de contratos de clientes recuaram 25 por cento no mesmo período, para cerca de 316 milhões de reais, o equivalente a 2.058 unidades.

Já os lançamentos de imóveis da empresa tiveram baixa de 21,5 por cento na mesma comparação, a 821 milhões de reais.

A empresa afirmou que os números do período foram impactados pela greve de um mês dos bancários, que durou até o início de outubro.

“Aproximadamente 2 mil unidades deixaram de ser repassadas para os bancos durante a greve bancária, causando um forte impacto no recebimento”, afirmou a construtora e incorporadora em relatório sobre o desempenho operacional.

Apesar disso, a MRV apurou vendas líquidas de 6.948 imóveis no terceiro trimestre, ante 6.704 no segundo trimestre e 5.518 entre julho e setembro de 2015.

A MRV, voltada a imóveis econômicos, informou que está vendo “primeiros sinais de retomada da confiança do nosso consumidor” e que as condições para compra continuam inalteradas, com disponibilidade de crédito.

Os números da MRV foram divulgados depois que a Cyrela, que atua em imóveis de mais alto padrão, publicou na sexta-feira queda de 26 por cento nos lançamentos do terceiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado e recuo de 43 por cento nas vendas.

Em função da greve dos bancários, a MRV afirmou que a geração de caixa no terceiro trimestre foi de 41 milhões de reais ante 258 milhões de reais no mesmo período de 2015 e 144 milhões de reais no segundo trimestre deste ano.