MP de Moçambique investiga corrupção envolvendo Embraer

Procuradoria de Moçambique está investigando uma suspeita de corrupção que envolve a Embraer no país

São Paulo – O governo de Moçambique afirmou nesta quarta-feira que um caso de suposto suborno que envolve a Embraer está nas mãos da procuradoria local, segundo a imprensa do próprio país.

O primeiro-ministro Carlos Agostinho do Rosário foi hoje ao Parlamento em Maputo para responder a perguntas dos legisladores sobre a administração.

Ao ser questionado pela oposição sobre o episódio, Rosário afirmou que a Procuradoria Geral da República abriu processo para averiguar a suspeita.

O episódio de suborno envolveria a antiga administração da Linhas Aéreas de Moçambique na aquisição de aeronaves da Embraer, segundo o jornal “O País”.

O mesmo diário lembra que autoridades moçambicanas foram apontadas como envolvidas nesse esquema de pagamentos ilícitos pela Embraer na compra de dois aviões em 2008.

A LAM é controlada pelo governo de Moçambique, que detém a maioria das ações da companhia.