Motorista alemã exige indenização da VW e dinheiro de volta

O tribunal informou nesta quarta-feira da ação, aberta por uma motorista que adquiriu um automóvel do modelo "Blue Motion" por razões ecológicas

Berlim – Uma motorista alemã abriu um processo em que pede uma indenizaçãoda Volkswagen e o dinheiro pago por seu carro de volta, por causa do escândalo de manipulação das emissões poluentes nos motores à diesel da companhia.

O tribunal de Braunschweig, no norte da Alemanha, informou nesta quarta-feira da ação, aberta por uma motorista que adquiriu um automóvel do modelo “Blue Motion” por razões ecológicas.

A motorista escolheu esse modelo apesar de ser mais caro do que outros equivalentes por considerar que provocava menos danos ao meio ambiente, e agora se sente frustrada, argumentou o advogado.

Continuar a conduzir um automóvel que provoca mais emissões tóxicas do que as declaradas “não é aceitável” para a litigante, acrescentou seu representante legal.

Semana passada um investidor privado alemão abriu um processo para cancelar a compra de ações da Volkswagen realizada há alguns meses.

Hoje termina o prazo dado pelas autoridades alemãs ao consórcio para apresentar um calendário de solução das manipulações realizadas em 2,8 milhões de veículos na Alemanha, 11 milhões no mundo todo.

O novo presidente da VW, Matthias Müller, em entrevista publicada hoje pelo jornal “Frankfurter Allgemeine Zeitung”, que em janeiro começarão os consertos dos veículos com motores à diesel manipulados, operação que espera que esteja terminada no final de 2016.

Müller anunciou ontem que o grupo deverá tomar medidas dolorosas e revisará seu plano de investimentos para lidar com as consequências financeiras do escândalo.