Minoritários da OGX querem instaurar conselho fiscal

Pelas regras do Novo Mercado da Bovespa, para que a solicitação seja aceita é preciso que as assinaturas pertençam a acionistas com ao menos 2% do capital da empresa

São Paulo – Um grupo de aproximadamente 40 acionistas minoritários da OGX decidiu, em reunião realizada pela manhã e encerrada há pouco, que buscará assinaturas para instauração de um conselho fiscal na petroleira. Pelas regras do Novo Mercado da Bovespa, para que a solicitação seja aceita é preciso que as assinaturas pertençam a acionistas com ao menos 2% do capital da empresa.

O porcentual é equivalente a cerca de 65 milhões de papeis, segundo estimou Willian Magalhães, acionista que se tornou representante dos minoritários após convocar a reunião de hoje por meio das redes sociais. Ele também foi indicado para ocupar a vaga no futuro conselho fiscal.

De acordo com ele, a obtenção das assinaturas não deverá ser um empecilho, pois o grupo conta com o apoio de uma gestora de recursos que já garantiria, sozinha, a representatividade de 2% do capital. O nome da gestora, porém, não foi revelado.