Por que os preços do Mercado Livre de Energia não param de aumentar?

Precisamos primeiramente entender que o recurso abundante de água no país se dá pela formação de chuvas, portanto, caso o período chuvoso tenha volume menor que o esperado, não haverá água suficiente nos reservatórios, seja para consumo humano e irrigação, seja para geração de eletricidade.

Quando os níveis dos reservatórios das hidrelétricas estão baixos, aciona-se as usinas termoelétricas, movidas a combustíveis como o gás natural, carvão, óleo combustível e diesel que tem um valor de produção por MWh muito mais elevado do que a geração hidráulica. Apesar do custo elevado, as termoelétricas têm um papel importante no sistema, pois aumentam a segurança de fornecimento mesmo em períodos secos e em picos de demanda. Daí também surgem as bandeiras tarifárias, quando as distribuidoras repassam os custos de geração mensalmente ao consumidor e não apenas na revisão anual.

Uma outra variável a ser considerada é a demanda por energia elétrica, quanto maior a demanda, maiores serão as chances de acionar (despachar) as termelétricas mais caras, tendo como consequência o aumento dos custos e do preço da energia.

Ano de 2017 teve chuvas abaixo da média

Em 2017, estamos enfrentando um período chuvoso mais seco do que em anos anteriores, na maior parte das regiões, principalmente no Nordeste. Por isso, vemos grande parte dos reservatórios hidrelétricos com níveis mais baixos, havendo a necessidade de poupar água e prover a energia elétrica necessária para o consumo através de fontes mais caras, gerando impacto direto no preço da energia ao consumidor.

Energia Armazenada

Fonte: ONS – Operador Nacional do Sistema Elétrico

Como mostrado no gráfico, os volumes dos reservatórios estão menores do que em 2016 em cerca de 25%, e por consequência, possuem uma quantidade de energia armazenada menor do que o mesmo período do ano passado, ligando um alerta para quem precisa comprar energia e uma oportunidade para quem deseja vender nessas regiões.  

São os períodos de alta de valor de energia que levam as empresas a repensar o uso que faz do insumo. Em 2014, quando os preços de energia livre tiveram o maior valor histórico registrado, empresas de alto consumo diminuíram drasticamente a produção para poder realizar a venda de sua energia excedente para o mercado, chegando em alguns casos a lucrar mais com a venda da energia do que em suas atividades principais.

Vemos um cenário bastante propício este ano para se trabalhar sistemas mais eficientes em consumo de energia, seja pela necessidade de pagar menos ou pela oportunidade de vender excedentes a preços altos.

Consumidor livre também pode “vender” energia

Muitos consumidores ainda não sabem, mas para aqueles atuantes no chamado Mercado Livre de Energia, existe a opção de negociar seus excedentes, gerando uma boa oportunidade de balancear seu contrato de compra e consumo. Esta transação que pode ser mensal ou por um período mais longo é amparada por lei e por resolução da Aneel.

A opção de realizar a cessão de energia excedente tira por completo o risco de inadimplência de outros agentes na Câmara de Comercialização, quando há sobras que vão a liquidação.

Desde 2015, as sobras de energia elétrica mensais enfrentam inadimplência de outros agentes, e ainda não há uma previsão de regularização, gerando insegurança na liquidação financeira mensal.

O consumidor que deseja realizar a venda de sua energia excedente deve procurar consultorias especializadas para entender o passo-a-passo desta transação para fazê-la de forma segura.

Ressaltamos, porém que não há qualquer risco para o consumidor que negociar (“vender”) seu excedente, dada a permissão legal e regulatória, em todos os âmbitos. Muitos consumidores já praticam essa negociação mensalmente desde a existência dessa nova possibilidade do mercado de energia.

Sobre a Inter Energia

A Inter Energia é uma empresa de consultoria independente cujo objetivo é auxiliar as empresas no processo de migração ao Mercado Livre, garantindo o atendimento aos requisitos da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) obrigatórios para todos os agentes livres, bem como na gestão do insumo energia, assessorando nas decisões de compra e venda de energia.

Através do constante relacionamento com empresas do setor, identificamos os melhores momentos de compra e venda de energia. O foco da Inter Energia está na otimização de preços ao CONSUMIDOR.

www.interenergia.com.br

11 4116-5115

contato@interenergia.com.br