Magazine Luiza vai comprar Lojas do Baú por R$ 83 milhões

Com a operação, a rede aumenta sua área total de vendas em mais 46 mil metros quadrados, equivalentes a 11% da área de vendas atual.

São Paulo – O Magazine Luiza e a BF Utilidades, empresa do Grupo Sílvio Santos, celebraram, na última sexta-feira (10/06), um memorando de entendimentos para a aquisição das Lojas do Baú. O valor da operação é de 83 milhões de reais.

A transação envolve 121 lojas do Baú da Felicidade, englobando pontos de vendas, escritórios, centros de distribuição e, ainda, sistemas de informática (hardwares e softwares) e a propriedade da base de clientes. As lojas localizam-se no Paraná, São Paulo e Minas Gerais.

Com essa aquisição, o Magazine Luiza aumenta sua área total de vendas em mais 46 mil metros quadrados, equivalentes a 11% da área de vendas atual. 

Esta é a primeira aquisição após a abertura de capital, realizada no início de maio. Parte do dinheiro obtido com a venda de ações ao mercado será destinada aos projetos de expansão. O valor total dessa operação será pago integralmente na data de fechamento (31 de julho de 2011).

Para o Magazine Luiza, um dos pontos principais da aquisição é a consolidação da presença da rede nos mercados de atuação – com destaque para o fortalecimento das operações no Paraná e na região metropolitana de São Paulo, especialmente por essas lojas estarem localizadas em endereços comerciais com foco na classe C.

A aquisição poderia diminuir a desvantagem do Magazine Luiza em relação aos seus principais concorrentes, disse José Lupoli Junior, sócio da Lupoli Junior Consultores Associados e professor da EACH/USP, à EXAME.com em maio. 

A compra das Lojas do Baú é a 13ª da história do Magazine Luiza. A primeira foi realizada em 1976, com a incorporação das Lojas Mercantil. Depois vieram as compras das redes Talarico, Presidente, Tamoios, Felipe, Wanel, Líder, Arno, Madol, Killar, Base e, no ano passado, a Lojas Maia. Apesar de tentar, o Magazine Luiza não conseguiu, no entanto, comprar a rede Ponto Frio, que foi adquirida pelo Grupo Pão de Açúcar em 2009.

Desde que o Grupo Silvio Santos teve que enfrentar as inconsistências contábeis do balanço do Banco Panamericano, e sua posterior venda ao BTG Pactual, especula-se que as Lojas do Baú estariam à venda. O Grupo admitia as negociações e o Magazine Luiza era apontado como um dos interessados.