Dólar R$ 3,27 0,13%
Euro R$ 3,63 -0,15%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa -0,51% 63.761 pts
Pontos 63.761
Variação -0,51%
Maior Alta 3,64% FIBR3
Maior Baixa -2,44% CIEL3
Última atualização 29/05/2017 - 17:21 FONTE

Light entra com pedido de falência da Supervia na Justiça do Rio

A Light diz que cumpriu todos os procedimentos de cobrança e regulatórios anteriores ao pedido de falência

Rio de Janeiro – A Light entrou com pedido de falência da SuperVia, empresa que opera o serviço de trens urbanos na região metropolitana do Rio, por causa de uma dívida de R$ 38 milhões.

O pedido foi feito à Justiça do Rio na tarde de ontem, 19. O caso foi distribuído para a 4ª Vara Empresarial do Rio.

Segundo a Light, o débito foi formado depois de a concessionária de trens ter assinado um parcelamento da dívida em juízo no primeiro semestre deste ano.

Ainda de acordo com a empresa, o parcelamento de cerca de R$ 1 milhão por mês está sendo pago, no entanto, a conta normal de consumo mensal não é quitada há quatro meses.

O consumo de energia da SuperVia equivale ao fornecimento para todo o Leblon, bairro na zona sul do Rio, ou todo o município de Nilópolis, de acordo com a distribuidora.

A Light diz que cumpriu todos os procedimentos de cobrança e regulatórios anteriores ao pedido de falência, bem como realizou diversas reuniões com a SuperVia em busca da efetiva regularização do fluxo de pagamentos.

“A empresa adotou esta medida após esgotar todas as possibilidades de negociação”, diz em comunicado.

Já a SuperVia informa que não recebeu qualquer notificação a respeito deste tema e vê com surpresa a manifestação pública da Light “uma vez já está marcada para o próximo mês audiência de conciliação entre a concessionária , a distribuidora de energia e o governo do estado do Rio de Janeiro para uma negociação entre as partes”.

A concessionária de trens diz que as dívidas existentes com a distribuidora são fruto de reajustes da tarifa de energia por índices muito acima da inflação, que ocorreram nos últimos anos.

A SuperVia ressalta ainda que tem cumprido o acordo já firmado com a Light para o escalonamento da dívidas e que existe uma decisão judicial proibindo qualquer corte no fornecimento de energia para o sistema de trens urbanos do Rio de Janeiro, considerado um serviço de utilidade pública.

A SuperVia é controlada pela Odebrecht TransPort. Segundo o site da concessionária, são transportados, em média, 700 mil passageiros por dia útil.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. antonio carlos

    .Adivinhe quem controla essa? Começa co “o” e é a empreiteira favorita da máfia PT. FDP! Meu estado só tem isso depois da máfia PT +Cabral. O jeito e volta para tração a diesel.