MMX diz que pedido de recuperação judicial foi aprovado

No fato relevante, a MMX informou ainda que o juiz nomeou o escritório de advocacia Marcello Macêdo Advogados como administrador judicial

São Paulo – A mineradora MMX afirmou nesta terça-feira que seu pedido de recuperação judicial, incluindo sua controlada MMX Corumbá, foi deferido pelo juiz Paulo Assed, da 4ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro.

No fato relevante, a MMX informou ainda que o juiz nomeou o escritório de advocacia Marcello Macêdo Advogados como administrador judicial.

A mineradora pediu recuperação judicial em caráter de urgência no fim de novembro, citando a conjuntura adversa do país e declínio dos preços do minério de ferro.