Dólar R$ 3,28 0,12%
Euro R$ 3,67 0,13%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa -0,05% 63.227 pts
Pontos 63.227
Variação -0,05%
Maior Alta 22,54% JBSS3
Maior Baixa -4,09% CYRE3
Última atualização 25/05/2017 - 17:21 FONTE

Juiz determina mediação entre Oi e Anatel sobre dívida

A companhia deve mais de R$ 11 bilhões ao órgão regulador, o que representa cerca de 17% do passivo total

Rio – A Justiça determinou procedimento de mediação entre a Oi e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) sobre as multas administrativas aplicadas na companhia, que está em processo de recuperação judicial. A tele deve mais de R$ 11 bilhões ao órgão regulador, o que representa cerca de 17% do passivo total de R$ 65 bilhões.

O titular da 7ª Vara Empresarial do Rio, Fernando Viana, atendeu ao pedido dos advogados da companhia para instauração do procedimento. O magistrado decidiu ainda que o administrador judicial da companhia, Arnoldo Wald Filho, indique o nome do mediador que ficará à frente da mediação. Também participará das discussões a Advocacia-Geral da União (AGU).

O juiz cita em sua decisão o posicionamento favorável do Ministério Público do Estado do Rio para que seja realizado o procedimento. Além disso, o promotor de Justiça entendeu que quem deveria conduzir o procedimento deveria ser um “terceiro imparcial” e não o juiz, o que foi acolhido por Viana.

A companhia defende que seria “improvável” o sucesso do processo de recuperação sem “a ativa e também cooperativa” atuação da autarquia. No plano de recuperação judicial, entregue à 7ª Vara Empresarial do Rio no início do mês, a empresa prevê o processo de mediação.

A intenção é converter as multas em obrigações, que poderiam ser investimentos em infraestrutura pela Oi, benefícios aos consumidores e levantamento de valores depositados judicialmente para os processos relativos a essas multas. Também são sugeridas ações pela Oi para a melhoria do serviço, “em especial com alguma relação à suposta conduta descumprida”.