Jequiti recebe duas propostas de compra, diz jornal

Rede O Boticário e um fundo de investimentos estariam interessados

São Paulo – O Grupo Silvio Santos deve encolher ainda mais. O jornal O Estado de S. Paulo desta terça-feira (5/7) informa que a Jequiti recebeu duas propostas de compra: uma da rede O Boticário e outra de um fundo de investimentos. Seria a quarta venda do grupo depois do Banco Panamericano, da processadora de pagamentos online Braspag e da rede Lojas do Baú Crediário.

Segundo o jornal, O Boticário estaria interessado em comprar 100% da empresa, o que envolve a marca Jequiti, a formulação dos produtos e uma rede de 160.000 revendedoras, já que a produção da marca é terceirizada. A operação daria um fôlego maior à empresa que estreou em fevereiro no mercado de venda direta de cosméticos populares com a marca Eudora. O Boticário negou as negociações.

Em entrevista recente a EXAME.com, Lásaro Carmo Jr., presidente da Jequiti, afirmou que nunca houve a possibilidade de vender 100% da empresa. “A empresa sempre foi o grande negócio, mesmo com o PanAmericano. Por causa dos resultados gerados, a Jequiti sempre foi vista como uma empresa de futuro dentro do grupo”, disse ele. 

Fundada em 2006, a empresa é avaliada em 1 bilhão de reais e tem como foco a venda direta de cosméticos populares. No ano passado faturou cerca de 400 milhões de reais.

De acordo com fontes ouvidas pela reportagem, o grupo teria mudado de ideia e poderia se desfazer da Jequiti para quitar dívidas e capitalizar as outras empresas, como o SBT, a Telesena e a construtora Sisan

Com uma proposta diferente, um fundo de investimentos estaria interessado em comprar uma parcela entre 30% e 40% da empresa. Segundo a reportagem, o objetivo seria construir um fábrica para produzir a marca, valorizar o negócio e, posteriormente, abrir o capital da empresa.

Procurado, Guilherme Stoliar, presidente do Grupo Silvio Santos, informou por meio de sua assessoria de imprensa, que “não existe proposta formal para compra e que o Grupo não tem interesse de vender a Jequiti”.