Itália resgata Monte dei Paschi após tentativa fracassada

Os negócios com ações do Monte dei Paschi foram suspensos hoje na Bolsa de Milão

Roma – O governo da Itália interveio hoje para resgatar o Banca Monte dei Paschi di Siena, após o terceiro maior banco do país falhar na tentativa de levantar 5 bilhões de euros (US$ 5,2 bilhões) por meio de uma operação privada.

Em decreto emitido mais cedo, o governo italiano informou que vai garantir 100% dos clientes de varejo do Monte dei Paschi com parte do fundo de resgate de 20 bilhões de euros aprovado pelo Parlamento esta semana para garantir a estabilidade do setor bancário do país.

“Isso vai garantir que o banco continue com seu plano industrial”, afirmou o ministro de Economia italiano, Carlo Padoan. “O terceiro maior banco da Itália vai finalmente voltar com força plena para sustentar a economia italiana, num contexto de total tranquilidade para seus correntistas e funcionários”, completou.

Os negócios com ações do Monte dei Paschi foram suspensos hoje na Bolsa de Milão.

Ontem, o banco mais antigo do mundo em atividade confirmou que não conseguiu um investidor chave para garantir uma nova injeção de capital e que uma oferta de troca de ações por bônus havia atraído pouca demanda, abrindo o caminho para o resgate pelo governo.

Pelo decreto, o governo vai ajudar o Monte dei Paschi temporariamente, oferecendo recursos à instituição através de um instrumento chamado “recapitalização preventiva”, pelo qual o Estado garante a solvência de um banco e que receberá o capital de volta.

O primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, disse que o plano de resgate tem dois objetivos fundamentais: garantir os depósitos de clientes do Monte dei Paschi “o máximo possível” e tornar o “sistema bancário mais forte”.

As dificuldades de liquidez do Monte dei Paschi ocorrem num contexto de preocupações mais amplas com o setor bancário italiano, que acumula empréstimos inadimplentes no valor de 360 bilhões de euros.

O Monte dei Paschi é de longe o banco mais vulnerável da Itália, depois de apresentar o pior desempenho no teste de estresse realizado pela União Europeia em meados do ano. Fonte: Associated Press.