Dólar R$ 3,28 0,39%
Euro R$ 3,67 -0,04%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 0,95% 63.257 pts
Pontos 63.257
Variação 0,95%
Maior Alta 5,04% SMLE3
Maior Baixa -3,99% MRFG3
Última atualização 24/05/2017 - 17:20 FONTE

Hyundai espera pequena recuperação do mercado de veículos em 2017

"Já são quatro anos seguidos de queda para o setor, então aparentemente haverá uma pequena recuperação este ano", afirmou diretor de vendas

São Paulo – A montadora sul-coreana Hyundai, que começou a produzir veículos no Brasil em 2012 e no ano passado alcançou a quarta posição em vendas, espera que 2017 seja mais positivo para o mercado como um todo.

“Já são quatro anos seguidos de queda para o setor, então aparentemente haverá uma pequena recuperação este ano”, afirmou ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, o diretor executivo de Vendas e Marketing, Angel Martinez.

Martinez não quis cravar uma previsão para o ano, mas falou em expansão de um dígito, na mesma linha do que tem dito a Anfavea, entidade que representa as montadoras instaladas no Brasil. “É o mais provável, porque dois dígitos é algo muito difícil”, disse o executivo.

“Nós vemos alguma melhora da economia: a inflação deve desacelerar mais em 2017 e teremos um pequeno crescimento do PIB, são duas grandes melhorias em relação ao ano passado”, acrescentou.

A Fenabrave, associação que representa as concessionárias, informou hoje que a venda de veículos novos no Brasil recuou 20% em 2016 na comparação com 2015, para 2,05 milhões de unidades. A entidade estima que as vendas vão crescer 2,4% em 2017.

A Hyundai foi uma das marcas que menos caíram em 2016. A empresa vendeu 197,8 mil veículos no ano passado, retração de 3% em relação ao volume do ano anterior. Com isso, desbancou a Ford da quarta posição do mercado e atingiu 9,96% de participação.

A Hyundai tem apenas uma fábrica no Brasil, em Piracicaba, no interior de São Paulo, onde produz os modelos da família HB20 (HB20, HB20S e HB20X) e o Creta, um SUV compacto que começará a ser vendido no dia 14 de janeiro.

Em situação melhor do que o setor como um todo, que opera com 50% da capacidade, a Hyundai utiliza 90%. A fábrica tem condições de produzir 180 mil veículos por ano. No ano passado, a produção funcionou em três turnos e também aos sábados para dar conta da demanda.