Hyundai e Kia estimam vendas mais lentas em 2012

As duas montadoras sul-coreanas não estão conseguindo acompanhar a demanda por causa da capacidade de produção no limite

Seul – A Hyundai Motor e a afiliada Kia Motors projetam aumentar as vendas globais em 6 por cento este ano, para um total combinado de 7 milhões de veículos, o que marca uma esperada desaceleração para a dupla que já alcançou índices de dois dígitos nos últimos anos.

As montadoras sul-coreanas, que juntas estão no quinto lugar mundial em vendas, não estão conseguindo acompanhar a demanda por causa da capacidade de produção no limite. Mas estão evitando adicionar capacidade de maneira muito intensa, preferindo em vez disso melhorar a qualidade de produtos e resultados financeiros.

A rival maior Toyota Motor previu no mês passado um salto de 20 por cento nas vendas de 2012, para 8,48 milhões de unidades, conforme se recupera de perdas sofridas com desastres naturais no Japão e Tailândia no ano passado.

“Vamos fortalecer a administração de qualidade, como temos continuamente feito”, disse Chung Mong-koo, presidente do conselho do grupo controlador da Hyundai e da Kia, em discurso anual a funcionários, nesta segunda-feira.

O Hyundai Motor Group, segundo maior conglomerado da Coreia do Sul, deve superar o Samsung Group, que inclui a Samsung Electronics, em termos de lucro líquido em 2011, afirma a imprensa, o que mostra a velocidade de crescimento do grupo na última década.

Entre os focos da Hyundai em 2012 está o lançamento de uma versão completamente reformulada do SUV Santa Fe e um modelo compacto desenvolvido especificamente para o Brasil, o HB. Enquanto isso, a Kia lançará o sedã K9 e o novo Cee’d, além de discutir o momento para o lançamento de uma versão reformulada do compacto Forte.