HP planeja demitir mais de 1.000 funcionários no Reino Unido

Desde o ano passado a fabricante americana de computadores anuncia cortes nos postos de trabalho para reduzir custos

São Paulo – A americana Hewlett Packard, HP, maior fabricante de computadores pessoais, estuda cortar mais de 1.000 pessoas de seu quadro de funcionários no Reino Unido.

Segundo a imprensa internacional, a companhia se encontrou nesta quarta-feira com representantes da Unite Union, sindicato ligado aos trabalhadores da HP na região, para apresentar o plano de demissão, o qual deverá ser iniciado nos primeiros três meses do próximo ano.

Aproximadamente 1.124 postos de trabalho deverão ser fechados em alguns sites do grupo, como o Bracknell, Sheffield and Warrington.

O plano faz parte de uma estratégia da empresa, que está reestruturando os cargos oferecidos aos empregados.

De acordo com declaração do sindicato à imprensa internacional, um dos possíveis fatores para o alto índice de demissão está ligado à queda na demanda da companhia.

Facão

Não é a primeira vez que a HP está envolvida em grandes planos de demissão.

Em setembro de 2012, a companhia informou que poderia extinguir até 29.000 funcionários nos próximos dois anos para voltar a crescer. A medida foi criada para contabilizar encargos de até 3,3 bilhões de dólares para o ano fiscal de 2014.

Na época, a empresa anunciou que a redução nos postos de trabalho ocorreria tanto por demissões voluntárias quanto por cortes de funcionários.