Grupo CME demite 3% dos funcionários em rodada de cortes

A CME, que é sediada em Chicago, demitiu cerca de 80 funcionários no dia 6 de agosto, sendo quase metade deles no setor de tecnologia

Chicago – O CME Group Inc, maior operador de bolsas de futuros no mundo, demitiu cerca de 3 por cento de seus funcionários, na segunda rodada de cortes significativa em menos de um ano.

A CME, que é sediada em Chicago, demitiu cerca de 80 funcionários no dia 6 de agosto, sendo quase metade deles no setor de tecnologia, disse a porta-voz Laurie Bischel, nesta terça-feira. O restante das reduções foi distribuído dentre outras funções.

Os cortes fazem parte de uma “reestruturação anunciada no último outono, projetada para eliminar burocracia e melhorar nossa habilidade de servir nossa base global de clientes de maneira mais eficiente,” disse a porta-voz.

Em outubro, a CME, que está tentando reduzir custos, disse que cortaria 5 por cento de sua força global de trabalho, ou cerca de 150 postos.

A empresa não tem mais demissões para anunciar neste momento, disse Laurie Bischel.