Gol espera queda de até 5% em decolagens em 2017

Taxa de ocupação média projetada pela companhia aérea ficou entre 77 a 79 por cento

São Paulo – A Gol prevê uma margem Ebit (lucro antes de juros e impostos) de 5 a 7 por cento no próximo ano em meio à expectativa de redução de 3 a 5 por cento tanto no volume de decolagens quanto nos assentos totais, segundo fato relevante divulgado nesta quinta-feira sobre as perspectivas financeiras preliminares para 2017.

A companhia aérea informou ainda que a frota média de aeronaves deve ser de 115 em 2017, enquanto a taxa de ocupação média foi projetada entre 77 e 79 por cento, de acordo com o documento.

Já a estimativa para a oferta, é de estável a queda de 2 por cento.

O documento ressalta que as perspectivas para 2017 podem ser ajustadas para incorporar a evolução do desempenho operacional-financeiro da empresa e eventuais mudanças no cenário econômico, incluindo nos preços do petróleo e na taxa de câmbio.

“As projeções para 2017 refletem a continuidade da estratégia sólida, com a projeção de oferta acompanhando a previsão de crescimento do PIB e consequente demanda esperada de assentos”, informou a Gol no comunicado.