Goiás poderá assumir dívida da Celg-D para privatização

"Com privatização da Celg houve necessidade de financiamento da empresa e essa alteração vai permitir que Estado de Goiás assuma a conta devedora"

Brasília – O governo divulgou nesta quinta-feira resolução que, na prática, fará com que o Estado de Goiás possa assumir dívidas da distribuidora de energia Celg-D, viabilizando sua privatização, afirmou nesta quinta-feira a assessora econômica da secretaria do Tesouro, Viviane Varga.

“Com privatização da Celg houve necessidade de financiamento da empresa e essa alteração vai permitir que Estado de Goiás assuma a conta devedora desse contrato de financiamento”, disse ela.

O montante de empréstimo, de 1,9 bilhão de reais, foi originalmente contratato pela Celgpar.