Forjas Taurus suspende medidas sobre irregularidades

Assembleia decidiu que a diretoria contratará uma assessoria jurídica especializada independente para analisar as conclusões apresentadas

São Paulo – A Forjas Taurus informou que a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) realizada nesta sexta-feira, 27, decidiu suspender a proposta de ação de responsabilidade em face das pessoas apontadas como responsáveis por irregularidades na empresa em relatório elaborado por um comitê interno especial.

No último dia 12, o comitê informou que viu “graves irregularidades” envolvendo Amoreti Franco Gibbon, membro do conselho fiscal da Taurus; Dennis Braz Gonçalves, diretor-presidente da companhia; Edair Deconto, diretor executivo de Auditoria; Felipe Saibro Dias, diretor executivo de Finanças; Gilmar Antônio Rabaioli, diretor executivo Administrativo; Jorge Py Velloso, diretor vice-presidente sênior; Marcelo de Deus Saweryn, membro do conselho fiscal da Taurus e Ricardo Alfonsín, advogado externo da Taurus.

Na AGE de hoje, ficou decidido que a diretoria contratará uma assessoria jurídica especializada independente para analisar as conclusões apresentadas pelo comitê, e as medidas cabíveis contra as pessoas responsáveis.

De acordo com a ata da assembleia, a Previ, fundação dos funcionários do Banco do Brasil, pediu a inclusão de ação de responsabilidade em face de Luis Fernando Costa Estima, presidente do conselho, e de Fernando José Soares Estima.

Outros acionistas, incluindo o fungo FIGI e a Geração Futuro, pediram a ação de responsabilidade em face de todos os administradores que ocuparam o cargo no exercício social de 2012.

Além da suspensão destas medidas, foi aprovada a suspensão da apreciação das contas dos administradores da companhia relativas a 2012 e 2013. O tema será objeto de nova assembleia após apresentação de relatório jurídico.

Também foi aprovado o aumento do número de membros do conselho, de sete para nove. Diante de solicitação de minoritários, foi eleito como membro do conselho João Verner Juenemann.

Foram eleitos ainda: Luis Fernando Costa Estima, Fernando José Soares Estima, Ruy Lopes Filho, Manuel Jeremias Leite Caldas, Jorio Dauster, André Ricardo Balbi Cerviño, Durval José Soledade Santos e Luiz Felix de Freitas.

Não ficou claro se Luis Estima será presidente do conselho, cargo que ocupa até então.

Os membros Ruy Lopes Filho, Jorio Dauster, Durval José Soledade Santos, Manuel Jeremias Leite Caldas e João Verner Juenemann são considerados Conselheiros Independentes, acrescentou a empresa em ata.