Estádio do Morumbi terá cobertura, hotel e área para shows

Andrade Gutierrez é a parceira do São Paulo Futebol Clube no projeto; obra não terá dinheiro público e nem do clube

São Paulo –  O São Paulo Futebol Clube e a Andrade Gutierrez anunciaram hoje a realização de uma parceria para a reforma do Estádio do Morumbi. O projeto inclui a instalação de uma cobertura no estádio, a construção de uma arena de shows multiuso, de um hotel com centro de convenções, um novo museu e a ampliação do estacionamento.

O início das obras está previsto para o primeiro semestre de 2012, dependendo da concessão de licenças, alvarás e autorizações da prefeitura de São Paulo e de outros órgãos público. O prazo de conclusão está estimado em 18 meses. 

Com a arena  multiuso, o clube pretende explorar os shows de médio porte, para até 25 mil pessoas. A capacidade atual de público, de 68 mil pessoas, não será alterada. A proposta da Andrade Gutierrez preocupou-se em não alterar a fachada do estádio. 

O projeto não terá aporte de dinheiro público, segundo o São Paulo F.C. Os investimentos também não virão do caixa do clube. Os recursos serão viabilizados por project finance. Depois do término da obra, o complexo será admionistrado por uma Sociedade de Propósito Específico.

Juvenal Juvêncio, presidente do São Paulo Futebol clube, citou o Pacaembu em sua fala e criticou a situação atual desse estádio. Estiveram presentes no lançamento da parceria, representantes da Andrade Gutierrez, do São Paulo Futebol Clube, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab e o governador do estado, Geraldo Alckmin.