Energisa emite R$375 mi em debêntures para obras de distribuição

Os recursos arrecadados deverão cobrir gastos com projetos de investimento em linhas de distribuição de energia ou subestações por subsidiárias da empresa

São Paulo – A elétrica Energisa iniciou nesta quarta-feira uma oferta pública de 374,95 milhões de reais em debêntures simples e não conversíveis em ações, sendo que os recursos arrecadados com a operação deverão cobrir gastos com projetos de investimento em linhas de distribuição de energia ou subestações por subsidiárias da empresa.

De acordo com o prospecto da operação, o valor nominal unitário das debêntures é de 1 mil reais na data de emissão, e a oferta será realizada em duas séries.

Segundo a Energisa, a captação deve representar quase 40 por cento da necessidade de recursos nos projetos, que deverão demandar um total de 960 milhões de reais. A implementação desses investimentos teve início em julho de 2015 e deve ser concluída em dezembro de 2019.

A data de emissão das debêntures é 15 de junho, e os papéis terão vencimento em junho de 2022, para a primeira série, e junho de 2024, para a segunda série.

Os coordenadores da oferta, Itaú BBA, XP Investimentos e o Banco J. Safra, realizarão a distribuição pública das debêntures em até 60 dias.