Empresa de Jack Ma espera recorde para Dia dos Solteiros

A empresa de serviços financeiros online espera processar um recorde de vendas no dia 11 de novembro, uma maratona anual de compras virtuais de 24 horas

Xangai – A Ant Financial, o colosso chinês de pagamentos virtuais controlado pelo bilionário Jack Ma, espera que a extravagância comercial do Dia dos Solteiros deste ano supere os cerca de US$ 14 bilhões de 2015 porque o consumo doméstico continua resiliente apesar da desaceleração econômica.

A empresa de serviços financeiros online espera processar um recorde de vendas no dia 11 de novembro, uma maratona anual de compras virtuais de 24 horas, cuja precursora foi a afiliada Alibaba Group Holding e que se tornou um barômetro do varejo de internet chinês.

Como operadora do Alipay, o principal serviço de pagamentos do país, a Ant Financial desempenha um papel fundamental na transferência contínua dos enormes montantes em jogo.

A Alibaba e a Ant apostaram muito no evento, que é observado de perto pelos investidores e é uma fonte de muito orgulho para ambas as empresas.

Também gerou certa polêmica: a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês) analisou dados informados sobre a promoção no ano passado, afirmou a Alibaba em seu relatório anual em maio.

O vice-presidente do conselho, Joseph Tsai, disse que a empresa está cooperando com o órgão regulador e informando fatos em uma investigação que revelou voluntariamente.

“Nossos parceiros e funcionários estão trabalhando 24 horas por dia para o 11/11 deste ano. Temos a expectativa e a esperança de que ele seja ainda maior do que no ano passado”, disse Douglas Feagin, o ex-banqueiro de investimentos do Goldman Sachs que hoje dirige as operações internacionais da Ant.

“Temos muito mais comerciantes, produtos e serviços disponíveis nas plataformas, e posso afirmar que muitos estão em etapas avançadas de planejamento”.

A maior empresa de serviços financeiros online da China, conhecida como Zhejiang Ant Small & Micro Financial Services Group, atende a cerca de 450 milhões de usuários e concorre com a Tencent Holdings em pagamentos online e em serviços de internet, de jantares à entrega de comida.

Avaliada recentemente em US$ 75 bilhões pela CLSA, a empresa está avaliando uma emissão inicial de ações em Hong Kong já em 2017, segundo fontes.

“Vemos as vantagens de ser uma empresa de capital aberto, mas não temos um cronograma”, disse Feagin à Bloomberg News antes de um evento em Xangai.

Agora, a Ant está tentando replicar seu sucesso local no exterior, especialmente na Ásia. A companhia quer seguir os passos das dezenas de milhões de chineses que viajam ao exterior todos os anos e possibilitar que eles jantem, comprem e satisfaçam outras necessidades no caminho.

Hoje, a Alipay é aceita por mais de 80.000 varejistas offline no mundo inteiro, disse Feagin. E na segunda-feira, a empresa anunciou um acordo para que o serviço seja aceito em 10 aeroportos internacionais, inclusive Munique, Tóquio e Seul.

Contudo, o crescimento do comércio eletrônico na China está sobrecarregando a rede da Ant, que também conta com o maior fundo do mercado monetário do país e um excesso de outros serviços financeiros.

A Ant continuará investindo na segurança e expandindo a capacidade, disse Feagin.

A empresa também está buscando tecnologia estrangeira para obter uma vantagem em relação à Tencent, sua rival mais feroz nas finanças online.

Por exemplo, ela adquiriu recentemente a EyeVerify, uma tecnologia de autenticação biométrica para proteger os dados e as transações virtuais dos consumidores.