Eletrosul obtém quase R$ 500 milhões do BNDES para investimentos

Recursos serão usados pela Eletrosul para uma subestação e uma usina no Mato Grosso do Sul

São Paulo – A Eletrosul obteve duas linhas de crédito que somam quase 500 milhões de reais do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Os recursos serão usados na construção de uma subestação coletora e na implantação da primeira usina da companhia no Mato Grosso do Sul. Os recursos serão liberados em parcelas. A empresa terá 16 anos para pagar o BNDES.

Do total, 283 milhões de reais irão para a subestação coletora de Porto Velho, em Rondônia. A planta será instalada perto das obras das usinas do complexo do Rio Madeira. Dessa quantia, 214 milhões de reais serão aplicados em obras civis. Os outros 69 milhões servirão para a importação de equipamentos e máquinas.

Uma segunda linha de crédito, de 207 milhões de reais, foi liberada pelo BNDES para a construção da usina hidrelétrica São Domingos. Trata-se da primeira instalação da Eletrosul no Mato Grosso do Sul. O valor representa 54% do total da obra, orçada em 386 milhões de reais. A usina deve ser inaugurada em fevereiro do próximo ano.