Dona do Candy Crush é adquirida por US$ 5,9 bilhões

Dessa forma, a Activision ganha espaço entre novos públicos, como mulheres, que representam 60% do público da King, e jogadores casuais

São Paulo – A Activision Blizzard Inc. comprou a dona do jogo Candy Crush, King Digital Entertainment PLC, por 5,9 bilhões de dólares. A operação combina duas gigantes do ramo de videogames, que juntas terão mais de 550 milhões de usuários ativos mensais.

Enquanto a Activision possui jogos de sucesso como Call of Duty e World of Warcraft, a King é dona do viciante Candy Crush Saga. Lançado em 2012, o jogo ainda figura no topo dos aplicativos mais baixados da App Store, da Apple.

Dessa forma, a Activision ganha espaço entre novos públicos, como mulheres – que representam 60% do público da King – e jogadores casuais, já que não é necessário ter um console ou um bom computador para seus jogos.

De acordo com a Activision, os games mobile já são a maior categoria do setor, com faturamento que deve chegar a 36 bilhões de dólares este ano e pode crescer 50% até 2019.

Ainda que Candy Crush Saga e Candy Crush Soda Saga estejam entre os jogos para celular mais populares do mundo, a desenvolvedora está lutando para criar outro sucesso. Ela também é dona dos jogos Bubble Witch, Farm Heroes, Pet Rescue e Diamond Digger, também para smartphone, que seguem a mesma linha dos seus carros-chefe.

A Activision emprega mais de 7.500 pessoas em todo o mundo e tem sua sede na Califórnia, com faturamento de 1,04 bilhão de dólares no terceiro trimestre.

Já a King é europeia, com sede em Dublin, na Irlanda, e tem mais de 1.600 funcionários. Ela continuará a operar como uma unidade independente, anunciou o seu diretor executivo Riccardo Zacconi.

A operação foi feita a partir de uma subsidiária, chamada ABS Partners C.V., e o pagamento será de 18 dólares por ação, valor 20% acima do fechamento de 30 de outubro.