Poder de consumo da Terceira Idade deve surpreender nos próximos anos

Enquanto muitas empresas apostam no público jovem, nos Millennials, um outro grupo de consumidores ganha cada vez mais destaque. Com maior expectativa de vida e fôlego financeiro, o público sênior desponta como uma grande oportunidade para as marcas que estão dispostas a investir neste nicho. Afinal, o poder de compra dos consumidores acima de 60 anos deve superar R$ 30 trilhões em todo mundo em 2020, de acordo com o relatório “Consumer Generations”, divulgado pela Tetra Pak.

O estudo aponta que no Brasil o público sênior tinha 11% da renda do País, na última década. Nos próximos quatro anos, a expectativa é que eles passem a ter 16%, em decorrência do envelhecimento da população e do aumento do poder de compra dos brasileiros. Apesar de ser uma fatia representativa dos consumidores, o número é inferior se comprado aos países asiáticos. No Japão, por exemplo, os idosos devem representar 31% do consumo do País em 2020, enquanto em 2005 era de 26%.

Outro dado relevante no estudo é que, na hora de escolher alimentos e bebidas, 88% das pessoas acima de 60 anos disseram priorizar a `qualidade do produto´ como fator decisivo para a compra. Cerca de 20% do orçamento dessas pessoas são destinados a essas categorias. Neste cenário, 59% afirmaram que pagariam mais caro, desde que fosse de mais qualidade. A pesquisa entrevistou mais de 40 mil pessoas, de 27 países, incluindo o Brasil.

Potencial para a indústria da beleza
A qualidade não é exigida apenas nas categorias de alimentos e bebidas, todos os outros segmentos devem estar atentos na oferta de produtos para este público que preza por este atributo. Apesar de grande potencial de consumo, esse grupo ainda se sente separado do restante da população, uma vez que é negligenciado por muitas marcas. A indústria é uma das que não estão conseguindo dialogar com este público.

As mulheres maduras não se sentem representadas e sentem dificuldades para encontrar produtos adequados para esta fase da vida. Isto é o que mostra a pesquisa “Beleza na Terceira Idade”, conduzida e pelo Mundo do Marketing, em parceria com a Reds e eCGlobal. O levantamento mostra que 60% das mulheres acima de 55 anos estão insatisfeitas com a própria aparência. Este mesmo percentual encontra dificuldade para encontrar cosméticos adequados a sua faixa etária, um enorme potencial de consumo que vem sendo ignorando por marcas especializadas. Por consequência, mais da metade das entrevistadas não se sentem representadas pelas propagandas de itens de beleza.

Em um país que envelhece rapidamente como o Brasil, não enxergar o potencial deste público pode representar uma falha estratégica. Os idosos estão cada vez mais conectados, aproveitando as facilidades do e-commerce e se mantendo no mercado de trabalho, o que amplia ainda mais seu poder aquisitivo.

O potencial de consumo do público sênior brasileiro será apresentado no próximo dia 31 de janeiro, em São Paulo, em evento exclusivo realizado pelo Mundo do Marketing, a eCGlobal e a Reds, onde apresentado o Raio X completo da Terceira Idade. Na ocasião serão divulgados os resultados do estudo “Beleza na Terceira Idade”, como conhecimento e uso de marcas, comportamento em relação à beleza, canais onde buscam informações sobre estética, além de dados mais abrangentes sobre este público. Os convites para o encontro podem ser adquiridos no site https://www.mundodomarketing.com.br/beleza-na-terceira-idade.
Website: https://www.mundodomarketing.com.br/beleza-na-terceira-idade