Como falsificações podem colocar fama do Alibaba em xeque

Site chinês estaria envolvido em denúncia de vendas falsas feitas por comerciantes que usam as plataformas do Alibaba

São Paulo – Depois da bronca levada publicamente pela agência de qualidade de produtos da China, que pediu que o Alibaba prestasse mais atenção na procedência das mercadorias ofertadas em seus sites, a companhia de Jack Ma pode estar envolvida em mais um problema de falsificação.

Desta vez, as acusações não são de produtos falsos e sim de vendas que podem ter sido feitas apenas para inflar o faturamento e aumentar o volume de vendas do grupo chinês.

Segundo uma fonte ouvida pelo Wall Street Journal, muitos vendedores que hospedam suas lojas virtuais nas plataformas do Alibaba estariam forjando vendas que na verdade não acontecem de fato. A manobra é considerada ilegal no mercado chinês e também no americano. 

De acordo com o jornal, comerciantes têm pagado para pessoas se passarem por consumidores, que chegam a realizar a compra e qualificar o produto, mas que na verdade não recebem a mercadoria. Tal prática estaria ajudando os vendedores a ganhar posições de destaque nos sites do Alibaba.

Ao WSJ, o Alibaba informou que o site possui ferramentas sofisticadas para identificar e excluir transações falsas de seu sistema.  Mas a acusação pode colocar em xeque a reputação do maior e-commerce chinês, uma vez que seus números podem a ser questionados pelo mercado a partir de agora.

Recentemente, o site foi cobrado a dar mais atenção ao tipo de produto vendido em suas plataformas. Além da agência de qualidade de produtos da China, a Securities and Exchange Commission (SEC), nos Estados Unidos, solicitou informações ao Alibaba das conversas que ele teve com o órgão regulador chinês sobre as mercadorias falsas ofertadas em seus sites.

Fase perigosa

No fim do ano passado, Jack Ma afirmou em um evento de tecnologia que o Alibaba estaria entrando em uma fase perigosa. Para o empresário, as pessoas estariam esperando muito da companhia desde o seu IPO.

“O problema é que as pessoas pensam que somos muito bons – não podemos fazer nada sobre isso. Este é o momento mais perigoso”, disse Ma na ocasião. A declaração do empresário ecoou como um alerta sobre os possíveis desafios que a empresa teria que enfrentar a partir daquele momento. 

Em setembro de 2014, o Alibaba conseguiu levantar 25 bilhões de dólares com abertura de seu capital na bolsa de Nova York – a operação foi considerada a maior da história.