Commerzbank vai cortar 9 mil empregos em reestruturação

Pressionados por taxas de juros negativas do BCE, os bancos alemães estão buscando formas de aumentar a receita por meio de repasse de custos

Berlim – O banco alemão Commerzbank está planejando cortar cerca de 9 mil empregos nos próximos anos, conforme o segundo maior banco da Alemanha avança em um plano de reestruturação, publicou o jornal Handelsblatt nesta segunda-feira, citando fontes.

Pressionados por taxas de juros negativas do Banco Central Europeu, os bancos alemães estão buscando formas de aumentar a receita por meio de repasse de custos para clientes corporativos e aumento de tarifas de clientes de varejo, mas as margens de lucro continuam baixas.

O jornal publicou que o plano de reestruturação do Commerzbank vai até 2020 com custos de até 1 bilhão de euros.

O Commerzbank, sediado em Frankfurt, emprega mais de 50 mil pessoas. Um porta-voz da instituição financeira não comentou o assunto.