CCX tem prejuízo R$17,1 mi no 1º tri

A dívida da companhia totalizou 256,5 milhões de reais ao fim do primeiro trimestre, por conta de obrigações de curto prazo contratadas junto a bancos

Rio de Janeiro – A companhia de mineração de carvão CCX, do empresário Eike Batista, registrou prejuízo de 17,1 milhões de reais no primeiro trimestre, informou a empresa nesta quinta-feira.

A dívida da companhia totalizou 256,5 milhões de reais ao fim do primeiro trimestre, por conta de obrigações de curto prazo contratadas junto a bancos.

Os investimentos de janeiro a março somaram 20,1 milhões de reais, com a maior parte “alocada na gestão e manutenção de ativos e direitos minerários, na eliminação de passivos relacionados à campanha exploratória e para honrar compromissos anteriormente assumidos com aquisição de terras para o porto, para as minas e acessos para a linha ferroviária”.

Em janeiro deste ano, Eike manifestou intenção de fechar o capital da companhia e realizará em junho uma oferta pública pelas ações da CCX, a qual foi originada pela cisão de certos ativos da MPX em maio do ano passado.