Cade declara como “complexa” a fusão entre Kroton e Estácio

Órgão pediu que o departamento de estudos econômicos elabore um estudo quantitativo sobre impactos concorrenciais da operação

São Paulo – A superintendência-geral do Cade declarou a operação de combinação dos negócios entre as empresas do setor de educação Kroton e Estácio Participações complexa e solicitou estudo de impacto concorrencial.

Em fato relevante, as empresas informaram que a superintendência-geral pediu na véspera que o departamento de estudos econômicos do Cade elabore estudo quantitativo sobre impactos concorrenciais da operação.

As empresas informaram ainda que a declaração de complexidade dá ao Cade a prerrogativa de prorrogar o prazo de análise da operação em até 90 dias.

No entanto, ela não implica a imediata extensão do prazo limite de análise, que permanece sendo 240 dias.