Cachorro exige compensação de 400 euros da KLM por atraso de voo

De acordo com o jornal local "De Telegraaf", trata-se da primeira vez na qual um cachorro realiza um pedido desse tipo a uma companhia aérea

Bruxelas – Um cachorro e sua dona apresentaram duas reclamações separadas nas quais exigem da companhia aérea holandesa KLM uma compensação de 400 euros para cada um pelo atraso de um voo entre Tel Aviv (Israel) e Amsterdam, informou nesta sexta-feira o portal de notícias holandês “DutchNews”.

De acordo com o jornal local “De Telegraaf”, trata-se da primeira vez na qual um cachorro realiza um pedido desse tipo a uma companhia aérea.

A passageira afirmou que os defeitos técnicos atrasaram em seis horas a decolagem e disse que seu cachorro, Tony, quase morreu pelo longo tempo em que esteve exposto ao sol dentro da aeronave.

Só após realizar uma chamada de urgência ao pessoal de terra, o cachorro foi colocado na sombra, precisou o especialista em atrasos de aviões Victor Loonstein, da empresa Claim4U Amsterdã, encarregada do caso.

Loonstein acrescentou que o animal sofreu “mais que um passageiro humano” e não descartou levar o caso perante os tribunais.

Já a empresa se negou a comentar a reclamação até que fosse apresentada de forma oficial.

“Levamos muito a sério todos os casos, inclusive este”, se limitou a afirmar uma porta-voz da companhia.