Braskem reverte prejuízo e lucra R$124 mi no 2º tri

Lucro foi apoiado em uma redução no resultado financeiro negativo do período, para 478 milhões de reais, além de aumento nos preços de resinas termoplásticas

São Paulo – A Braskem teve lucro líquido de 124 milhões de reais no segundo trimestre, revertendo prejuízo de 125 milhões sofrido no mesmo período do ano anterior, informou a companhia nesta quinta-feira.

A maior petroquímica das Américas divulgou lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado de 1,13 bilhão de reais, avanço de 6 por cento na base de comparação anual. A margem no período passou de 10,9 para 10,4 por cento.

O lucro foi apoiado em uma redução no resultado financeiro negativo do período, para 478 milhões de reais, além de aumento nos preços de resinas termoplásticas no mercado internacional aliado à desvalorização do real. Estes efeitos foram contidos por menor volume de vendas e retração de preços de petroquímicos básicos, segundo balanço da companhia.

As ações da Braskem recuavam 1,03 por cento, às 11h01, a 14,44 reais, enquanto o Ibovespa mostrava valorização de 0,34 por cento.

A Braskem teve alta de 11 por cento na receita líquida de vendas, a 10,85 bilhões de reais. O custo dos produtos vendidos avançou na mesma proporção, chegando a 9,6 bilhões de reais no segundo trimestre, um período em que o aumento de tensões geopolíticas na Rússia, Ucrânia e Iraque elevou os preços da nafta, principal matéria-prima utilizada pela indústria petroquímica.