Bradesco tem 7,4 mil adesões a plano de demissão voluntária

O programa de demissão do Bradesco ocorreu em meio a um enxugamento de posições no sistema financeiro

São Paulo – O Bradesco teve 7,4 mil adesões a um plano de demissão voluntária (PDV) de pessoal lançado em julho e encerrado no final de agosto, informou o banco nesta segunda-feira.

O programa de demissão do Bradesco ocorreu em meio a um enxugamento de posições no sistema financeiro. No final do ano passado o Banco do Brasil reduziu sua força de trabalho em 9 mil funcionários e a Caixa reduziu seus quadros em cerca de 4 mil posições no início do ano, segundo dados da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

O PDV do Bradesco propunha pagamento de verbas rescisórias e “valor equivalente a 0,6 da remuneração fixa por ano de trabalho no banco (limitado a 12 salários); vale alimentação de seis meses, em parcela única; manutenção do plano de saúde e odontológica por 18 meses”, segundo a Contraf.

No final do primeiro semestre o Bradesco tinha 105.143 funcionários.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s