BR Properties tem prejuízo de R$447,6 mi no 3º trimestre

O resultado foi pressionado por despesas não caixa como provisão de bônus e plano de opções, informou a companhia

Rio de Janeiro – A empresa de gestão de ativos imobiliários BR Properties teve prejuízo líquido de 447,6 milhões de reais no terceiro trimestre, revertendo lucro de 107,9 milhões obtido um ano antes.

O resultado foi pressionado por despesas não caixa como provisão de bônus e plano de opções, informou a companhia. Pesou ainda efeito de alta de juros e volatilidade do câmbio.

Excluindo estes efeitos, o lucro líquido foi de 32,1 milhões de reais entre julho e setembro, queda anual de 49%. A queda ocorreu com perda de receita de aluguel por causa de vendas de ativos ocorridas nos últimos 12 meses, além da maior despesa financeira líquida, disse a BR Properties. No período, as despesas financeiras saltaram 94%, para 398,6 milhões de reais, com impacto de juros maiores e do câmbio.

A vacância de escritórios da BR Properties foi de 14,2% (física) no terceiro trimestre, ante 9,9% um ano antes. No segmento industrial, foi de 2,5%, em relação a 0,2% no mesmo período em 2014.

A BR Properties teve receita líquida de 187 milhões de reais, recuo anual de 2%. Considerando as mesmas propriedades, a receita líquida no terceiro trimestre de 2014 foi de 180,8 milhões de reais, aumento de 3% no período.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ficou negativo em 301,7 milhões de reais. No mesmo trimestre de 2014, o Ebitda havia sido positivo em 226,2 milhões de reais. Em termos ajustados, o Ebitda foi positivo, mas caiu 3%, para 164,9 milhões de reais.