Bombardier vai cortar 1.400 empregos no Reino Unido

Fabricante de trens e aviões informou que vai cortar 446 empregos e 983 vagas temporárias da força de trabalho devido à concorrência

Londres – A fabricante canadense de trens e aviões Bombardier está cortando mais de 1.400 empregos na fábrica que mantém em Derby, região central da Inglaterra, depois de perder para a alemã Siemens uma concorrência para atualizar a estrada de ferro Thameslink.

A Bombardier informou que vai cortar 446 empregos e 983 vagas temporárias da força de trabalho de 3 mil pessoas em Derby, depois que perdeu a concorrência para o Thameslink e de ter completado a maior parte de sua carteira de pedidos, que inclui fornecimento ao metrô de Londres.

“O término e entrega bem-sucedida dos projetos e a perda do contrato do Thameslink, que asseguraria fluxo de trabalho para a unidade, significam que é inevitável um ajuste da capacidade em linha com a realidade econômica”, disse o presidente da divisão de passageiros da Bombardier no Reino Unido, Francis Paonessa, em comunicado.

“Lamentamos esse resultado, mas sem novas encomendas, não poderemos manter o atual nível de emprego e atividade em Derby.”