BNDES aprova R$ 140 milhões para investimentos na Copasa

Os recursos, da Linha de Saneamento Ambiental do Banco, correspondem a 90% dos investimentos totais, segundo a instituição

São Paulo – O Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou R$ 140 milhões para o plano de investimento da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa).

Os recursos, da Linha de Saneamento Ambiental do Banco, correspondem a 90% dos investimentos totais, segundo a instituição.

O financiamento será por meio da subscrição de debêntures pelo BNDES e pela BNDESPAR. Serão subscritas, em oferta privada, 10 mil debêntures simples, não conversíveis em ações, lançadas em emissão única, com data de vencimento final de 156 meses.

De acordo com o BNDES, o projeto prevê a ampliação da produção do sistema de abastecimento de água da Região Metropolitana de Belo Horizonte, a expansão de redes e implantação de ligações prediais nos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário em Minas Gerais e a elaboração de diagnósticos, estudos e projetos relacionados aos serviços de esgotamento sanitário e abastecimento de água.

O plano de investimentos da Copasa inclui a captação e o transporte de água do Rio Paraopeba para a Estação de Tratamento de Água do Subsistema Serra Azul, proporcionando um aumento de sua vazão, com o objetivo de melhorar a capacidade de produção de água na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O BNDES destaca que outra iniciativa contemplada é o programa Crescimento Vegetativo, que prevê a instalação de redes e ligações, possibilitando que parte da população, em diversos municípios do Estado, atualmente sem acesso a água tratada e esgotamento sanitário, se beneficie destes serviços.

A Copasa estima que o plano de investimentos deve gerar cerca de 8.200 empregos diretos e indiretos, segundo o BNDES.