Dólar R$ 3,27 -0,54%
Euro R$ 3,65 0,07%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,36% 64.085 pts
Pontos 64.085
Variação 1,36%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -6,09% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 17:20 FONTE

Belcorp vai investir US$ 200 milhões em fábrica no Brasil

A fim de concorrer com Natura e Avon no mercado de vendas direitas, empresa peruana inicia operação no Brasil

São Paulo – Foram três anos conhecendo o mercado brasileiro e mais seis meses com projetos pilotos, antes da Belcorp, empresa peruana de vendas diretas, que detém as marcas L’Bel, Ésika eCyzone , iniciar formalmente suas operações no Brasil. Nesta terça-feira, a companhia deu o pontapé inicial e planeja, até 2015, faturar 400 milhões de reais com cerca de 200.000 consultoras.

Neste meio tempo, também, a Belcorp planeja construir uma fábrica em território brasileiro para atender a demanda. “Vamos investir 200 milhões de dólares para a construção na nossa unidade fabril aqui. Estimamos produzir cerca de 80% das nossas três linhas para atender a demanda do mercado”, disse Luis Salcedo, vice-presidente da companhia, em coletiva com a imprensa, hoje.

Segundo ele, o mercado brasileiro oferece infinitas oportunidades para o setor de vendas diretas, principalmente por ser um dos que mais crescem no mundo nesse segmento. “Queremos ser o número um no Brasil e temos diferencial para isso”, afirmou o executivo.

Antes, no entanto, de deter a liderança desse mercado, a Belcorp terá que deixar para trás empresas como Natura e Avon, que já possuem operações bem sólidas no Brasil. “Nossas três marcas são nosso diferencial. Hoje atendemos todas as classes de mercado, de A a E. Em dez anos, teremos condições para assumirmos a liderança do setor”, disse Claudio Eschecolla, diretor-geral da Belcorp Brasil.

A Belcorp não divulga, neste primeiro momento, quanto de participação planeja ter nesse mercado no Brasil, mas afirma que durante a fase pré-operacional, as operações evoluíram além das expectativas. “Já contamos com cerca de 50.000 consultoras e elas terão papel fundamental para expansão da nossa marca”, afirmou Eschecolla.

Expansão

O Brasil é o 16º país de atuação da Belcorp e o atraso da entrada no mercado brasileiro é justificado pelo modelo de expansão da companhia, que priorizou, em um primeiro momento, países culturalmente mais parecidos com o Peru. As operações da companhia se concentram em boa parte da América Latina e Estados Unidos.

Atualmente, a Belcorp possui mais de 900.000 consultoras e cerca de 800 itens em seu portfólio de produtos, que vai de cuidados com a pele à acessórios como bolsa e porta-joias. Em 2011, a companhia somou vendas de mais de 1,6 bilhão de dólares – montante que a colocou como a 3º maior empresa de vendas diretas da América Latina e 10º no mundo.