BBVA ampliará operações no Brasil

Expansão será realizada com os recursos provenientes da venda das ações do Bradesco

O banco Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA) vai ampliar suas operações de banco de investimento no Brasil, foi o que declarou Francisco González, presidente do BBVA, durante o evento do Institut of International Finance (IIF), que acontece no Rio de Janeiro.</p>

Essa ampliação será feita com os recursos que virão da venda das 51.164.525 ações ordinárias que o BBVA tem do Bradesco, transação que deve conferir ao banco espanhol um ganho de capital de 1,2 bilhão de dólares. Nesta quarta-feira (5/3), o BBVA anunciou que vai se desfazer dos seus 5% de participação no Bradesco, exercendo um direito que faz parte do contrato firmado em 2003. A instituição pretende lançar sua própria plataforma no Brasil para oferecer serviços para seus clientes globais.

“Investir no Brasil é uma questão tática para o banco”, disse González. “Sabemos que nossa participação no mercado bancário brasileiro é pequena, mas nunca deixamos de acreditar no país e, agora, vamos aumentar nossa presença aqui”.

Esse crescimento, porém, ocorrerá de forma orgânica, segundo González. “Não vejo oportunidades interessantes para a compra de outros bancos no Brasil agora”.

A iniciativa do BBVA, no entanto, é vista com ceticismo no mercado. “Vamos ver se dessa vez o banco vai manter de fato seus investimentos no Brasil”, disse o executivo de um banco estrangeiro que participou do IIF e preferiu não se identificar. A declaração é uma referência à venda do Banco Excel Econômico para o Bradesco em 2003.