BASF fechará fábrica em São Bernardo até o fim do ano

Planta de poliamidas foi atingida por incêndio no fim do ano passado e não será reconstruída "devido às condições desfavoráveis do mercado"

São Paulo – A BASF comunicou nesta segunda-feira (1) que vai encerrar a produção da fábrica de poliamidas Anchieta, que fica em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. O fechamento completo da planta deve ocorrer até o fim do ano.

A unidade ficou danificada depois de ser atingida por um incêndio em novembro de 2014. “Devido às condições desfavoráveis do mercado”, a empresa resolveu não reconstruir a estrutura.

Com a decisão, 90 postos de trabalho serão cortados. A companhia diz que vai oferecer um pacote interno de requalificação e preparar os funcionários dispensados “para a busca de novas oportunidades de emprego”.

A fábrica de São Bernardo do Campo produz poliamidas e polímeros compostos usados em plásticos de engenharia, fibras e fios têxteis e cirúrgicos.

A BASF é líder no fornecimento do material e continuará atendendo parceiros da América do Sul com produtos vindos de suas unidades nos Estados Unidos, China, Alemanha e Bélgica.

“O abastecimento completo para os clientes está assegurado”, garante a empresa, em nota. 

Além da Anchieta, a BASF possui outras dez plantas no país. Juntas, elas empregavam 4.456 pessoas no fim de 2014.