Avon Brasil estende licença-paternidade para 20 dias

No Dia Internacional da Mulheres, companhia anuncia que funcionários terão benefício prolongado dos atuais 5 para 20 dias

São Paulo – A Avon Brasil anunciou que irá estender, a partir deste mês, a licença-paternidade dos seus funcionários de 5 para 20 dias corridos.

Atualmente, a ampliação do benefício aguarda sanção presidencial desde fevereiro, quando foi aprovada por unanimidade pelo plenário do Senado.  

O período prolongado foi adotado para que os pais biológicos e adotivos “possam vivenciar com profundidade a experiência da paternidade em seus primeiros dias e aprofundar os laços com a família neste momento tão fundamental”, afirmou a empresa por comunicado.

“É uma decisão alinhada com nossos princípios de equidade e com os valores da companhia”, afirma David Legher, presidente da Avon Brasil.

As mulheres funcionárias da empresa contam com licença-maternidade de seis meses.

Para Alessandra Ginante, vice-presidente de RH da empresa, é preciso criar maneiras de permitir que tanto a mulher como o homem tenham tempo para a criação dos filhos.

“As empresas possuem um papel fundamental para mudar esta cultura e tornar a equidade de gênero uma realidade”, reitera a executiva.

No Brasil, 6.500 pessoas trabalham para a companhia entre sua sede administrativa e fábricas. Cerca de 60% delas são mulheres – sendo que elas ocupam 48% dos cargos de liderança.