Após meio século, Volvo deixa de ser carro mais vendido na Suécia

A última vez que outra marca liderou o ranking foi em 1962, quando a Volkswagen liderou as vendas com o Fusca

Pela primeira vez em meio século a Volvo está ausente no topo da lista de carros mais vendidos na Suécia, destronado pelo modelo Volkswagen Golf, anunciou nesta segunda-feira a organização profissional do setor.

O célebre compacto alemão conquistou 5,9% do mercado de carros novos em 2016, à frente de três modelos Volvo, o V70, o S90 e o V90 (reagrupados em uma só categoria, representaram 5,7% das vendas).

“Há 54 anos que outra marca que não fosse Volvo liderava a classificação. A última vez, em 1962, também foi a Volkswagen que liderou as vendas, com o Fusca”, comemorou a Volkswagen Suécia em um comunicado.

A Volvo Cars ressaltou que continua sendo “claramente o número um” do mercado nacional, com uma cota total de 21,5%, na frente da Volkswagen, com 15,7%, e a Audi com 7,3%.

O ano de 2016 registrou um recorde de emplacamentos na Suécia, com 372.300 carros novos, ou seja 8% a mais do que em 2015, ano em que foi batido um velho recorde, que datava de 1988.

“O vigor do mercado automotivo em 2016 se explica pela boa conjuntura, ou seja, a solidez do poder aquisitivo, taxas de juros recordes, um mercado de trabalho estável”, afirmou em um comunicado a organização de fabricantes e importadores de automóveis, Bil Sweden, que prevê um recuo de 3% no mercado do setor para 2017.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Nisso que dá entregar um símbolo do país nas mãos dos ” china”!!!