América Móvil investirá R$ 10 bilhões no Brasil em 2012

Montante supera o valor investido de US$ 9,4 bilhões deste ano pelas três principais empresas do grupo: Claro, Embratel e NET

São Paulo – As filiais brasileiras da América Móvil, conglomerado controlado pelo magnata mexicano Carlos Slim, o homem mais rico do mundo, vão investir R$ 10 bilhões em 2012, publicou nesta terça-feira o jornal “Folha de S. Paulo”.

O montante supera o valor investido de US$ 9,4 bilhões deste ano pelas três principais empresas do grupo: a operadora de telefonia celular Claro, a de telefonia fixa Embratel e a operadora de TV a cabo NET.

A quantia que deve ser aplicada em 2012 contempla a construção de um cabo submarino entre os Estados Unidos e o Brasil para o tráfego de dados, que custará cerca de R$ 1 bilhão, revelou a “Folha” o presidente da Claro Brasil, o mexicano Carlos Zenteno.

Entre as principais metas do grupo de telecomunicações para o próximo ano está ampliar a cobertura da rede de internet rápida para celulares (3G), expandir a rede de fibra óptica e participar em abril da licitação para a concessão de linhas da nova tecnologia 4G, que oferecerá velocidades de acesso superiores.

Zenteno garantiu que a América Móvil não pensa em fundir Claro, Embratel e NET em 2012, mas pretende lançar ofertas de serviços combinadas.

Embratel tem 18,2% do mercado de telefonia fixa e é a única concessionária de telefonia fixa do país para chamadas internacionais.

Claro é a terceira operadora de celular do mercado brasileiro com 25,09% do mercado, segundo os dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Já a NET é a maior operadora de TV a cabo do país, com participação também do grupo de comunicações Globo e monopoliza 39,9% do mercado.

A NET também é a segunda operadora de internet residencial, com participação de 25,4% dos domicílios do país com acesso ao serviço.