Ambev inaugura duplicação de cervejaria no Maranhão

Empresa investe 144 milhões de reais na ampliação da cervejaria Equatorial e na construção de um novo centro de distribuição

São Paulo – A Ambev inaugura na próxima segunda-feira a duplicação da cervejaria Equatorial, localizada em São Luís, no Maranhão. A empresa investiu 144 milhões de reais na ampliação e também na construção de um novo Centro de Distribuição Direta (CDD). Esses recursos fazem parte dos quase 5 bilhõesde reais que a companhia investiu no país nos últimos dois anos.

Com o aporte, a produção da companhia no estado chega a 3,7 milhões de hectolitros por ano. A unidade recebeu uma nova linha de produção e também está apta a envasar cerveja na embalagem de 1 litro – além dos formatos já produzidos em garrafa de vidro 600 ml, lata de 350ml e barril de 30 e 50 litros chopp. Também foram construídas novas instalações para as áreas de fermentação, brassagem e filtragem.

O novo CDD, construído em uma área anexa à cervejaria, possui 4.500 metros quadrados, o dobro o tamanho de sua antiga instalação. A proximidade com a fábrica facilitará a logística de distribuição na região. O centro tem capacidade para armazenar e distribuir 1,6 milhões de hectolitros de bebida por ano.

A Ambev é dona das marcas Antarctica, Brahma, Bohemia, Budweiser, Skol, Original, Stella Artois; os refrigerantes Guaraná Antarctica, Soda, Pepsi e Sukita; o isotônico Gatorade e o chá Lipton, além das inovações H2OH!, Fusion e Antarctica Citrus.

Investimento – A assessoria de comunicação da Ambev reitera que o investimento na Equatorial não faz parte do plano de investimentos da empresa para este ano. A explicação que todos os aportes previstos para 2012 estão sob análise por conta da mudança na carga tributária para o setor de bebidas frias. Em 31 de maio, o Diário Oficial da União (DOU) publicou decreto que altera a tabela de incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) destes bens. A nova determinação começa a valer a partir de 1º de outubro. A partir de 2013, as tabelas com os valores da contribuição para o PIS/PASEP, da Cofins e do IPI entrarão em vigor em 1º de outubro de cada ano e produzirão efeito até 30 de setembro do ano subsequente.