São Paulo -  Basta entrar nos escritórios da Movile em São Paulo e Campinas para saber em qual setor ela atua: o de aplicativos, comécio eletrônico móvel, jogos e entretenimento. A decoração do ambiente faz parecer que quem trabalha ali está imerso no mundo dos games, ou dos filmes de ficção científica o tempo todo. 

A cada dois anos, aproximadamente, os escritórios no Brasil passam por uma grande reforma. Quando as obras estão para acontecer, a empresa realiza um pesquisa formal pela internet para saber o que os funcionários gostariam de ter no ambiente de trabalho.

"Crescemos cerca de 40% todo ano, por isso o espaço físico também tem que aumentar. Então, adaptamos os ambientes de acordo com o desejo dos colaboradores. O nosso local de trabalho também precisa ser utilizado para interagir, integrar e relaxar", diz Cecilia Lanat, diretora de "Gente" (como é chamada a área de recursos humanos) da Movile.

Por meio do programa "Jeito Moviliano de Ser", a companhia oferece horários flexíveis, café da manhã, happy hours e uma jornada que termina às 16h na sexta-feira, durante o verão. A Movile também incentiva que os funcionários pais levem os filhos para o trabalho e busquem realizar seus sonhos. A cada atividade cumprida dentro do programa, os colaboradores ganham um "badge", que funciona como uma unidade de pontuação. No fim do ano, quem tiver mais pontos, leva prêmios como viagens e aparelhos eletrônicos. "Desde 2011, quando foi criado o projeto, nosso turnover caiu em 50%. Pessoas felizes trabalham melhor", garante Cecilia.

Além das unidades de São Paulo e Campinas, a empresa está presente no México, Argentina, Colômbia, Venezuela e Vale do Silício (nos Estados Unidos). 

Tópicos: Apps, Setores, Brinquedos, Games, Sedes de empresas, Escritórios, Tecnologia