Acionistas do Casino apoiam retirada de Abilio Diniz do conselho

Votação a favor da remoção de Diniz foi de 99,74% dos acionistas

Paris – A maioria esmagadora dos acionistas do Casino votou nesta sexta-feira a favor da decisão do grupo varejista francês de remover dois membros do seu conselho de administração, entre eles o empresário Abilio Diniz, em meio a entraves no Brasil e na França.

O Casino havia informado em março que seu conselho de diretores havia proposto a não renovação do mandato do presidente do conselho do Grupo Pão de Açúcar, após disputa travada pela tentativa do empresário de adquirir o Carrefour no Brasil, principal rival do Casino na França.

O conselho também propôs não renovar o mandato de Philippe Houze, presidente da varejista Monoprix, cujo controle é compartilhado pelo Casino e pela Galeria Lafayette. A Monoprix tem sido alvo de uma disputa por participação e controle entre ambas as companhias.

Os acionistas do Casino votaram a favor das propostas relacionadas a Diniz e a Houze em 99,74 e 99,85 por cento, respectivamente.