Abengoa: 86% dos credores aceitam reestruturação da dívida

O acordo, concluído em agosto, permite à Abengoa evitar a quebra, que teria sido uma das maiores da história da Espanha

O gigante das energias renováveis espanhol, Abengoa, em dificuldades financeiras há quase um ano, entregou à Justiça um plano de reestruturação aceito por 86% de seus credores, superior ao mínimo requerido de 75% para evitar uma liquidação judicial.

O grupo “apresentou hoje no Juizado do Mercantil nº2 de Sevilha a solicitação de homologação de seu acordo de reestruturação, que recebeu o apoio de 86% dos credores financeiros aos que se dirigia”, informou a Abengoa em comunicado publicado na noite dessa sexta-feira.

O acordo, concluído em agosto com os credores da empresa e de fundos de cobertura, permite à Abengoa evitar a quebra, que teria sido uma das maiores da história da Espanha.